Como aliviar a ansiedade e prevenir ataque de pânico naturalmente

0

Você sabia que existe mais de um tipo de ansiedade?

Pois olha só: a ansiedade é, na verdade, a resposta natural do seu corpo ao estresse.

É normal sentir-se ansioso antes de fazer um teste, fazer um discurso, começar um novo emprego ou mudar para um novo lugar.

Esse tipo de ansiedade é desagradável, mas não interfere em sua vida diária.

Mas, se os seus sentimentos de ansiedade são extremos, duram mais de seis meses e interferem na sua vida diária, você provavelmente tem um distúrbio de ansiedade, que pode ser intenso e prejudicar muito seu corpo e mente.

Ele pode, inclusive, impedir que você faça as coisas de que mais gosta.

Os transtornos de ansiedade podem ser causados ​​por um conjunto complexo de fatores, como experiências de vida, genética, personalidade e química cerebral.

E o terrível ataque de pânico é uma forma de transtorno de ansiedade.

Os sintomas mais comuns de um ataque de pânico incluem:

– palpitações/ aumento da frequência cardíaca

– formigamento ou dormência nas pernas, pés, braços ou mãos

– sensação de que você está ficando louco ou perdendo o controle

– sudorese (suor em excesso)

– fraqueza

– tremor

– dor no peito

– dor de estômago

– náusea

– sensação de sufocação ou falta de ar

– tontura

– ondas de calor ou arrepios

– sensação de que você está morrendo

Muita coisa, não é?

Mas, calma.

É possível controlar a ansiedade e evitar ataques de pânico de maneira simples e muito saudável ao mesmo tempo.

Basta seguir uma dieta adequada.

A gente explica: a deficiência de certos nutrientes pode causar ou agravar a ansiedade ou levar a ataques de pânico.

Tanto a ansiedade quanto ataques de pânico podem estar associados a deficiências de triptofano, ferro e vitamina B6.

A própria ansiedade também pode esgotar seus níveis de nutrientes.

E quanto mais baixos forem seus níveis de nutrientes, mais ansioso você ficará.

O triptofano é encontrado em sementes, vegetais, frutas e alimentos de origem animal.

A ingestão inadequada de triptofano pode reduzir a produção de serotonina, prejudicando diretamente sua memória e diminuindo seu humor.

Um baixo nível de serotonina, por exemplo, é conhecido como uma das causas de ataques de pânico.

A serotonina, também conhecida como “o hormônio da felicidade”, é uma substância química criada pelo intestino e cérebro que ajuda a acalmar e promove uma sensação de bem-estar.

E olha que interessante: um estudo da Faculdade de Medicina, Odontologia e Ciências Farmacológicas da Universidade de Okayama, no Japão, mostrou que os níveis de ferro e vitamina B6 foram significativamente menores nos pacientes com ataques de pânico admitidos nos serviços de emergência.

Mas quais são os alimentos ideais para diminuir a ansiedade e evitar a ataques de pânico?

Aqueles que contenham ferro, vitamina B6 e triptofano.

Alimentos ricos em ferro incluem:

– carne

– fígado e outras carnes de órgãos

– ovos

– marisco

– verduras (especialmente espinafre, couve, beterraba e nabo)

– sementes de abóbora

– feijão

– tomate

– ervilha

– lentilha

– damasco secos

– melaço (mel de engenho)

– spirulina

– cacau ou chocolate amargo

– uva passa

– aveia

– brócolis

– quinoa

– ameixa

– castanha de caju

Alimentos ricos em vitamina B6 incluem:

– abacate

– ervilha

– grão-de-bico

– amendoim

– sementes de girassol

– espinafre

– cenoura

– aspargo

– batata-inglesa

– batata- doce

– carnes: peixe, aves, carne de porco, carne bovina

– banana

– nabo

– alho

– germe do trigo

– pimentão vermelho

– quinoa

– pistache

– avelãs

– castanha de caju

– lentilha

– ameixa

– brócolis

– Feijão

Alimentos ricos em triptofano incluem:

– sementes de abóbora

– ovos

– abacaxi

– agrião

– couve-flor

– tomate

– nozes

– queijo

– verduras folhosas

– batata-inglesa

– batata-doce

– sementes de Chia

– pistache

– pepino

– peixe (sardinha, salmão, truta, bacalhau)

– peru

– cogumelos

– quinoa

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.